21 setembro 2017

Os elevados pensamentos do Senhor

"Os meus pensamentos não são os vossos pensamentos, nem os vossos caminhos, os meus caminhos, diz o Senhor. Porque, assim como os céus são mais altos do que a terra, assim são os meus caminhos mais altos do que os vossos caminhos, e os meus pensamentos, mais altos do que os vossos pensamentos." (Isaías 55:8-9).

Meditei hoje em Isaías 55. Um belíssimo poema vindo dos céus. Começa com o incentivo para não desperdiçarmos a nossa vida investindo em coisas vãs, mas a buscarmos o único que é bom: Deus. Ele está perto de nós. Quer saciar a nossa fome e sede espiritual. Precisamos buscá-lo, confessando as nossas muitas maldades e os nossos caminhos maus. Sendo Deus tão perfeito e excelso, Ele é grandioso em perdoar. Deus não é como nós, que quando nos ofendem ficamos logo amuados. Os nossos pensamentos são baixos, mesquinhos, curtos; os pensamentos do Senhor são elevados, bons, santos. Os pensamentos e planos de Deus a nosso respeito são de paz, de bênção, de amor (Jeremias 29:11). É por isso que quando a Palavra do Senhor é proclamada e acolhida, produz sempre bom frutos. A Palavra que sai da boca de Deus gera vida, alegria, perdão, paz. Os montes e os outeiros cantam aos céus, as árvores do campo aplaudem o Senhor. Grandioso é Deus! Grandiosos são os seus pensamentos.

19 setembro 2017

Fala, porque o teu servo ouve.

"Então, veio o Senhor, e ali esteve, e chamou como das outras vezes: Samuel, Samuel. E disse Samuel: Fala, porque o teu servo ouve." (1 Samuel 3:10).

O jovem Samuel aprendia a servir o Senhor com o Sumo Sacerdote Eli, no templo. Certa noite, o Senhor falou a Samuel, mas ele desconhecia ainda a voz do Senhor. Quando o Senhor falou, Samuel pensou que se tratava de Eli. Diz o texto bíblico que “Samuel ainda não conhecia o Senhor, e ainda não lhe tinha sido manifestada a palavra do Senhor” (v.7). Quanto mais a Palavra do Senhor estiver na nossa vida, mais conhecimento da voz do Senhor teremos. O Senhor precisou falar três vezes para Samuel compreender quem lhe falava. Se não nos aquietarmos diante dele nunca o iremos ouvir. Deus continua a falar hoje pela sua Palavra. Quantas vezes O Senhor vai precisar falar até nós compreendermos que Ele tem algo muito importante para nos comunicar? "Fala, porque o teu servo ouve."

14 setembro 2017

Rotinas boas

"Daniel, pois, quando soube que a escritura estava assinada, entrou em sua casa (ora, havia no seu quarto janelas abertas da banda de Jerusalém), e três vezes no dia se punha de joelhos, e orava, e dava graças, diante do seu Deus, como também antes costumava fazer." (Daniel 6:10).

Que grande exemplo, a excelente rotina de Daniel. "Três vezes no dia se punha de joelhos, e orava, e dava graças, diante do seu Deus". Instigado por alguns líderes invejosos, colegas de Daniel, o rei Dario tinha assinado um decreto que proibia, durante trinta dias, que alguém fizesse pedidos a qualquer deus ou a qualquer outro homem, excepto ao rei Dario. A nova ordem não fez Daniel mudar a sua rotina e ele continuou a orar a Deus, três vezes ao dia. É interessante que não é relatado que Daniel orou por livramento, ou pelo aniquilamento dos seus inimigos ou contra leis perversas, ele "dava graças, diante do seu Deus, como também antes costumava fazer." Daniel sabia que o soberano Deus estava no controle de todas as coisas. Nem sempre as rotinas na nossa vida são boas, mas a nossa responsabilidade é criar espaço para as boas rotinas. Viver na rotina da oração, gratidão e confiança em Deus. Perceber que é na rotina dos joelhos no chão que O Senhor vai ser glorificado. A rotina de dar graças a Deus por todas as circunstâncias da nossa vida. Amém!

05 setembro 2017

O amor de Deus é eterno

"Há muito que o Senhor me apareceu, dizendo: Com amor eterno te amei; também com amável benignidade te atraí." (Jeremias 31:3).

O amor de Deus é eterno. O amor retratado em filmes, romances e séries, muitas vezes, é um tipo de amor momentâneo, passageiro e fugaz. No amor de Deus há firmeza e segurança. O seu amor é sempre leal e perene. Este afecto elevado que O Senhor nutre por nós, não acontece porque somos bons, bonitos ou desejáveis, Deus ama-nos porque é a essência do seu ser. Deus ama-nos e vem ao nosso encontro, procura-nos e atrai-nos: "com amável benignidade te atraí". O seu amor, a sua bondade e a sua misericórdia são manifestas em Cristo. A prova cabal do seu eterno amor e benignidade estão expressas em Cristo. Jesus Cristo morreu por nós, sendo nós ainda pecadores (Rm 5:8). Aquele que ama entrega-se. É tão maravilhoso saber que o nosso Deus, não só é o nosso criador, é também o nosso salvador e o amado da nossa alma. Deus ama-te! Com amor eterno.

25 agosto 2017

Luz para o caminho e para a alma

"Lâmpada para os meus pés é tua palavra e luz, para o meu caminho." (Salmos 119:105)

Uma das coisas mais fáceis para o ser humano é ficar perdido. Perdido, não somente no meio de uma densa floresta, mas desorientado e desnorteado no meio das muitas propostas e coisas desta vida. Precisamos de uma referência sólida, assertiva e segura. A Palavra de Deus é tudo isso para nós. As Escrituras iluminam o nosso caminho e o nosso coração. Elas removem as trevas e a cegueira espiritual. A Palavra de Deus dá-nos o Norte e o sentido. Sempre que a olvidámos ficamos confusos e perdemo-nos. Por outro lado, quando meditamos, reflectimos e aplicamos as palavras da Palavra, temos luz e entendimento (Salmos 119:130). Sábio é aquele que se deixa iluminar e orientar pelas sagradas letras.