20 julho 2017

Verbos que vencem o mal

"Não te deixes vencer do mal, mas vence o mal com o bem." (Rm 12:21).

A Bíblia não é um livro de psicologia barata. A Bíblia não é conjunto de frases motivacionais que afagam o ego, ou que procuram levantar a nossa auto-estima. A Bíblia é a Palavra de Deus. Dá-nos princípios e orientações para um bom relacionamento com Deus e com todos. Este capítulo 12, por exemplo, dá muitas instruções práticas sobre como devemos amar as pessoas e odiar o mal, que devemos ajudar e abençoar a todos, mesmo aqueles que nos fazem mal, que precisamos compartilhar das alegrias e tristezas dos outros, que importa confiar mais no juízo divino do que nos nossos julgamentos, que a única coisa que vence o mal é o bem.

Quando é que o bem vence em nós? Quando nos apegamos a Deus, porque não há maior bem que Deus. Quando estendemos a mão aos perdidos. Quando vivemos alguns verbos, porque os verbos são acções que vencem o mal: amar, cuidar, servir, orar, comunicar, amar, abençoar, pacificar, alimentar, orar, amar. Sim, amar no princípio, meio e fim. O bem é um verbo. O amor também.